Conheça os 7 eSports que são PROMESSA para 2019!

Jogos pagos e gratuitos para todas as plataformas em 2019

O universo dos esportes eletrônicos tem se expandido cada dia mais. Mas nós, gamers, somos ansiosos e queremos saber o que vem pela frente, quais são os jogos mais promissores do próximo ano, e, claro, em qual game eu devo ficar de olho para começar a mandar muito bem nas competições na próxima temporada.

Confira também a matéria: OS 20 MELHORES E-SPORTS GRATUITOS PARA JOGAR AGORA

Agora, selecionamos para vocês os XXX eSports para ficar de olho em 2019!

1. Fortnite: O Battle Royale mais popular e gratuito

A desenvolvedora Epic Games já investiu $100 Milhões apenas para os torneios do game, e em 2019 acontece a Copa do Mundo de Fortnite. Além disso, o game se tornou o mais popular no twitch neste ano, apresentando sempre conteúdos novos, acompanhando o mercado e deixando sempre um gostinho de algo novo. O game se mantém forte na curva de ascensão, não deixando dúvidas que será o principal destaque para 2019 no mundo dos eSports.

Fortnite Requisitos PC e Android
Fortnite é um dos games mais promissores do ano

2. WarCraft III: Reforged – Voltando à ativa

WarCraft III é um mito, já está no mercado desde 2002, mas em 2019 ele receberá uma remasterização completa e, certamente, emergirá nos torneios como nos tempos gloriosos da WCG. A remasterização manterá o motor gráfico do game original, mas promete dar uma vida nova ao game. É importante lembrar que foi WarCraft III que deu origem ao Dota AllStars, um dos precursores do moba, que originou DotA 2 e se mantém um sucesso.

3. Artifact – Cartas no universo DotA 2

Atualmente, o principal jogo de cartas competitivo online é Hearthstone, da Blizzard, dona do Warcraft. Entretanto, a Valve traz em novembro de 2018 e como promessa para 2019 o Artifact, jogo competitivo de cartas baseado no imenso universo de DotA 2.

Imagem de conceito do game Artifact
Artifact é a promessa da Valve nos jogos de cartas

4. Super Smash Bros. Ultimate – Nintendo no eSports

A Nintendo não fica de fora dessa lista e os saudosistas e donos de um Switch podem ficar muito feliz com a chegada de Super Smash Bros. Ultimate. O game vem com a promessa de ser uma mistura bem estruturada entre as mecânicas antigas e novas do game, e o cenário competitivo está alvoraçado para as novidades. Jogadores profissionais como Gonzalo “Zero” Barrios, Jestise “MVD” Negron e Jason “ANTi” bates acreditam que o game vem de forma definitiva para agradar a todos os fãs da franquia e movimentar o mercado de eSports da Nintendo.

Super Smash Bros Ultimate no cenário de eSports
A Nintendo marca presença no cenário de eSports com Smash Bros

5. Soul Calibur VI – Nova promessa no gênero luta

Diferente dos seus antecessores, Soul Calibur foi lançado no final de 2018 já com a promessa de entrar de cabeça no universo dos jogos competitivos. A estratégia de marketing da Bandai Namco busca fazer o game bater de frente com os sucessos do gênero no eSports, deixando para trás Tekken 7 e Street Fighter 5, que atualmente dominam o mercado entre os jogos de luta.

Soul Calibur VI competitivo no eSports
Soul Calibur VI traz personagens originais e de outras franquias para o eSport

6. PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG)

Talvez surpresa para uns e alívio para outros, PUBG entrará com tudo em 2019 após os desenvolvedores anunciarem a criação de ligas regionais, padronização de regras, e um campeonato mundial agendado. Essas características colocam o game definitivamente no cenário competitivo, mantendo-o nesta lista de destaques para 2019.

PUBG marca cenário dos eSports em 2019
Battle Royale inovou o gênero e trás PUBG aos eSports

Nas competitivas, você carrega ou é carregado? Saiba mais sobre o comportamento nos eSports e melhore o seu jogo!

7. Mobile Legends: Bang Bang – Promessa Mobile

Nós não podemos deixar de lado os jogadores mobile. Mobile Legends entra nesta lista para os amantes dos jogos asiáticos e MOBAs e está aqui justamente porque foi o primeiro game anunciado para Os Jogos do Sudeste Asiático de 2019. Isso o torna relevante, pois o comitê organizador é um dos principais influenciadores para a entrada de eSportes no Comitê Olímpico Internacional.

Mobile Legends marca os mobas mobile em 2019
Mobile Legends é a promessa mobile dos eSports

E aí, o que achou dessa postagem? Conte para a gente nos comentários qual game você vai se dedicar em 2019!

Gaming Houses: Conheça os dois lados da moeda

Muito falamos aqui no nosso blog sobre times de eSports, jogadores profissionais e até mesmo como dar os primeiros passos para formar uma equipe e competir nos jogos eletrônicos como um profissional. Talvez um conceito que nem todos conhecem seja o de Gaming Houses, este que é o passo mais largo (e arriscado) que um aspirante a cyberatleta pode tomar em sua vida.  Aqui você saberá os pontos positivos e negativos das Gaming Houses e como elas funcionam!

Entendendo o que é uma Gaming House

As Gaming Houses se assemelham com agencias de modelos

Para entendermos uma Gaming House, é interessante olharmos para como funciona uma agência de modelos comum: uma garota (ou garoto) sai de casa, se muda para uma agência, e essa agência se torna sua casa, assim como de outras garotas e garotos que desejam se tornar modelos. Elas passarão por processos de avaliação, treinamento e serão agenciadas por um empresário, que geralmente é o dono da casa, e vivenciam diariamente competições internas, inclusive com suas colegas de quarto e se submetem aos padrões de beleza que o mercado exige.

Para falar das Gaming Houses, basta eu alterar algumas palavras. Garotos e garotas saem de casa ainda muito cedo em busca do sonho de se tornarem cyberatletas, se mudam para uma agência, essa agência se torna sua casa, assim como de outros garotos e garotas que compartilham os mesmos sonhos. Eles passarão por processos de avaliação, treinamento e serão agenciados por um empresário, que geralmente é o dono da casa, e vivenciam diariamente competições internas, inclusive com seus colegas de quarto e se submetem às habilidades que o mercado exige.

Como funcionam as Gaming Houses no Brasil?

As Gaming Houses, em geral, são tanto o espaço de treinamento quanto acomodações dos jogadores de eSports. São extremamente populares na Coreia do Sul, em que os eSports dominam o mercado, mas já começaram a se estabelecer no Brasil desde 2013 com a abertura da Pain Gaming House.

a Pain Gaming House foi a primeira casa de treinamento profissional do Brasil
Pain Gaming já destacou seu nome como Campeões Mundiais de League of Legends

Os centros de treinamento que as Gaming Houses oferecem são altamente equipados com computadores topos de linha, internet de alta velocidade e toda infraestrutura para gravações e streaming de partidas. Afinal, são ótimas fontes de renda e divulgação para as equipes. Mas as Gaming Houses também são fundamentais para o bom convívio em equipe, uma vez que a equipe divide o teto, cada um tem obrigações dentro e fora do jogo para o bom entrosamento.

Além de centros de treinamento e acomodações, as Gaming Houses ainda oferece para sua equipe apoio médico e psicológico. Geralmente a equipe profissional é composta por cinco jogadores titulares, dois reservas, um técnico, analistas de dados e até mesmo nutricionistas e psicólogos.

As Gaming Houses são empresas do eSport

Tornar-se um profissional significa cumprir horas de trabalho, se dedicar, cumprir metas e mostrar resultados. Não é porque estamos falando de jogar um game e competir por ele que não estamos falando de trabalho. Os membros de uma Gaming House passam por uma jornada de trabalho de 8 horas diárias, que envolvem o treinamento individuais e por equipe do jogo, estudos de estratégias e jogadas amistosas.

A VIVO oferece Gaming Houses
Espaço de treinamento da Vivo Gaming House

Como se tratam de um espaço de trabalho além de moradia, as Gaming Houses possuem regras rígidas, que envolvem a proibição de consumo de drogas e alcool e até mesmo a proibição da entrada de pessoas não relacionadas à empresa dentro do ambiente.

Tal como a profissão de modelo, a profissão de Cyberatleta tende a durar um curto período, devido à pressão e as cobranças exigidas do profissional. Como a maioria dos cyberatletas são jovens, é comum o abuso de drogas, conflitos com a equipe e até mesmo o abandono da profissão. Entretanto, muitos Cyberatletas alcançam o sucesso e são extremamente felizes em sua carreira. Antes de se dedicar a uma Gaming House com um sonho de se tornar um profissional, é interessante saber se o seu perfil realmente se encaixa com as necessidades.

E aí, você já pensou em se mudar para uma Gaming House? Comenta aí pra gente. Ou se você quiser se tornar um profissional sem sair de casa, ta demorando por que pra registrar em nosso site?

Quer dinheiro? Conheça os brasileiros que mais lucraram no eSport!

Se você joga Counter-Strike: Global Offensive, você sabe que o nosso querido Gabriel “FalleN” Toledo não só é o jogador mais bem pago do CS:GO no Brasil, como é o jogador de eSports mais bem pago em nosso território. E ele não fica muito à frente de fer e coldzera.

De acordo com o site eSports Earnings, até a data de postagem dessa matéria, 10 games se destacam no cenário competitivo brasileiro quando se trata de pagar seus jogadores. Selecionamos aqui pra vocês os dez jogadores que mais receberam até o momento, considerando UM jogador por jogo!

10 – Giovani “GearGG” Magri – Need for Speed: Underground 2 – $20,000.00

Need-for-Speed-Underground Também foi um eSport relevante
Need for Speed Underground 2 foi um dos primeiros eSports a se popularizarem nas LanHouses no Brasil

9 – Nelson Piquet Jr. – rFactor 2 – $22,500.00

8 – Juan “Jschritte” Schritte – Heroes of the Storm – $23,305.52

7 – Bruno “bit” Lima – Counter-Strike – $30,269.85

6 – Rafael “Rafifa13” Salles – FIFA 17 – $38,000.00

5 – Felipe “brTT” Gonçalves – League of Legends – $41,307.82

4 – Adriano “4dr” Machado – Dota 2 – $53,690.08

3 – Diego “Kelazhur” Schwimer – StarCraft II – $106,655.46

2 – Guilherme “GuiFera” Fonseca – Pro Evolution Soccer 2017 – $206,000.00

1 – Gabriel “FalleN” Toledo – Counter-Strike: Global Offensive – $729,062.50

Vocês acabaram de conhecer os 10 games que mais pagam no cenário de eSports brasileiro e seus respectivos jogadores mais bem pagos. É importante eu deixar bem claro que essa lista é dinâmica e os valores podem ser alterados em qualquer momento. Se você quer acompanhar os ganhas brasileiros em tempo real, confira neste link: Highest Earnings for Brazil

O que você acha de registrar na Party.GG e ter chance de entrar nessa lista?

Acesse party.gg e faça seu cadastro para torne-se um jogador profissional!